segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Atleta

O poema teimou horas
Em minha cabeça.
Enjoado, fugiu,
Tomou a rua,
Dobrou a esquina...
Memória falha,
Poema ligeiro.

Um comentário:

FLÁVIO FARIAS disse...

Interessante!As idéias, reagem da mesma forma, perduram algumas vezes na nossa cabeça,muitas vezes não damos a atenção devida e quando a queremos, já era, fugiu!
Legal seu poema!