terça-feira, 12 de julho de 2011

Louis Vitton

Deus meu, mantenha-me longe dos vulgares,
Dos homens e mulheres de frases feitas,
Perfeitamente enquadrados nesta modernidade
Hipócrita em que tudo está perfeito
Se dentro do politicamente correto, é lógico.

Deus, me mantenha um ogro das ideias
Para que a tudo aprenda em humildade
Pois quero saber por que voa suave o passarinho
E não quanto custa uma bolsa Louis Vitton
Para carregar o vácuo de certas cabeças.

E que assim seja pela manhã, à tarde e à noite,
Enfim, pelos séculos e séculos, amém!

5 comentários:

ana coeli disse...

"Deus me matenha um ogro das idéis para que tudo aprenda em humildade.."
KKKKKKKKKK Maravilha! Preciso decorar urgente essa oração...Gostei muito!

José Fernando Nandé disse...

A princípio não queria usar a palavra ogro, mas depois achei que ficou engraçado e a mantive.

ana coeli disse...

Engraçado, eu achei "ogro" ficou perfeita com o que vc quis falar. Acho que devia postar no Facebook essa sua poesia..
Luzana

José Fernando Nandé disse...

Vou publicar no FB neste final de semana, embora sob o risco de perder um monte de amigas que adoram a marca Louis Vitton!

Virginia Finzetto disse...

Esta amiga aqui você não perdeu. Embora vez ou outra eu lasque uma frase feita aqui, outra lá. Mas LV, nem pensar. Abraços, Nandé!