quinta-feira, 14 de julho de 2011

Vontade em tempos de Web

Nunca aprendi a conviver com a distância,
Odeio apartar-me do que gosto;

Antigamente, quando o distanciamento era grande,
Eu sangrava as saudades com uma carta
Ou, se tivesse dinheiro - porque dizer "alô" era caro -
Fazia interurbano, mandava telegrama,
Sinais de fumaça e batuques de índio americano.

Hoje tenho facilidades instantâneas,
Mando e-mails, deixo scraps,
Faço o diabo no Twitter, Facebook e Skype.

Mas creio que nada disso modifica
Essa minha louca vontade pré-histórica
De sentir o tremor de teu corpo
Quando de leve te mordo a língua!

2 comentários:

ana coeli disse...

"Eu sangrava as saudades com uma carta"
Tempos modernos e vontade pré-histórica, humana... Mas nada subistitui uma carta, não é?

José Fernando Nandé disse...

E pensar que tinha que levar ao correio e esperar uns 20 dias para a resposta!